A Samsung inicia em 2020 convênios com as principais entidades públicas de ensino do Amazonas. As parcerias com o Instituto Federal do Amazonas (IFAM), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) serão de cinco anos e terão a participação estratégica da empresa, buscando gerar um impacto positivo na formação e capacitação de universitários em áreas tecnológicas e de engenharia na região da Amazônia Ocidental (composta por Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima). Para isso, foi desenvolvido um planejamento integrado de atividades, com foco em aumentar a atratividade, a permanência e a qualificação nos cursos das áreas de STEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática, em inglês).

 

Sem prever alterações no currículo acadêmico, o Programa STEM, como é chamado, oferecerá suporte tanto para estudantes como para docentes e, ainda, investimentos em infraestrutura de laboratórios e equipamentos, dando condições para que se formem profissionais mais aptos para o mercado de trabalho atual. Com a oferta de bolsas de estudo para os universitários das três entidades e promovendo uma maior aproximação e vivência, através de atividades práticas, com as tendências e as novas demandas da Indústria 4.0, a empresa planeja beneficiar a mão de obra local – as instituições recebem estudantes de toda a região Norte, em sua maioria.

 

Serão produzidos treinamentos com aplicações tecnológicas, desenvolvimento de projetos, oferecimento de bolsas, monitoria, acompanhamentos acadêmico, psicológico e social (com acessibilidade através da Língua Brasileira de Sinais – Libras) e atualização de infraestrutura para salas e laboratórios. A qualificação se dará com a coordenação de cursos de reciclagem dos professores, aplicação de metodologias ativas de ensino, palestras e intercâmbio com profissionais da área. Em paralelo, será disponibilizada a capacitação em finanças, marketing, design de negócios e empreendedorismo, além da implantação de cursos de inglês e espanhol.

 

A Samsung já tem parceria com a UEA desde 2014 por meio do Samsung Ocean, programa que oferece capacitação tecnológica à comunidade e fomenta a criação de empresas de base tecnológica (startups). O novo convênio amplia a ligação com a instituição, com a expectativa de se promover, também, iniciativas com foco na qualificação de futuros profissionais para o mercado, prevendo intercâmbio de alunos com países como Coreia do Sul, Estados Unidos e Finlândia.

 

No IFAM, as ações estarão voltadas diretamente na melhoria dos cursos oferecidos pelo instituto, desde a formação tecnológica até a Pós-Graduação. Haverá participação ativa em aulas, com a oferta de conteúdo online com ênfase na atuação de profissionais nas áreas de STEM e promovendo maior engajamento dos alunos por meio das redes sociais e atividades complementares ao currículo de graduação.

 

Além da aplicação dos recursos na formação, qualificação e capacitação de alunos e professores nas áreas de STEM, também está prevista a construção de um centro de treinamento e qualificação financiado pela Samsung no IFAM, com laboratórios e espaços modernos desenhados para promover as mais atuais práticas educacionais, como salas-invertidas, planejamento baseado em projetos e demandas locais, entre outras. Professores do instituto e das universidades associadas ao projeto ainda serão inseridos em um programa de intercâmbio para centros mundiais de referência em educação, como o treinamento que será realizado em Tampere, cidade próxima a Helsinque (capital da Finlândia), onde a Samsung mantém, além de fábricas, um centro de pesquisa e desenvolvimento.

 

Na UFAM, onde já foram desenvolvidos projetos de pesquisa em parceria com a Samsung, o foco estará em ações que promovam as pesquisas e um maior engajamento dos alunos nos cursos de STEM. Haverá investimento para atualização de laboratórios e novos enfoques nas atividades acadêmicas no ensino de matemática e física, além da disponibilização de bolsas de estudo. Destacam-se ainda ações voltadas para meninas em STEAM e cursos de Libras e inglês e focadas em formação socioemocional e iniciação científica do começo ao fim do curso. Desta forma, o objetivo não é só gerar um impacto positivo no aumento do número de engenheiros e bacharéis em áreas tecnológicas formados nos próximos anos, mas, também, uma capacitação alinhada às mais atuais demandas da indústria.:

 

As parcerias reforçam a ligação da Samsung com o Amazonas. A empresa conta com um complexo industrial e um centro de pesquisa e desenvolvimento na capital do estado, em Manaus. E já são dez anos com ações de responsabilidade social na região, iniciada em 2010, com o apoio ao Programa de Educação, Saúde e Cidadania da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), construindo a Escola Estadual Samsung Amazonas dentro da comunidade indígena Três Unidos, em Manaus.

 

“O convênio fortalece a contribuição da Samsung no Amazonas. Queremos aumentar o interesse dos alunos em carreiras nas áreas de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Trabalharemos em conjunto com UFAM, IFAM e UEA, a fim de causar um impacto positivo no mercado de tecnologia da região amazônica”, destaca Eduardo Conejo, Gerente Sênior de Inovação na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung.

 

“Vamos atuar na formação superior completa desde a atualização dos professores com as mais modernas práticas internacionais de ensino ativo, mas também no maior engajamento dos alunos nas carreiras de STEM. Melhorando a formação acadêmica e profissional da força de trabalho regional com incentivo ao empreendedorismo e identificação de novas oportunidades de negócios, promoveremos o desenvolvimento e a atração de novos empreendimentos tecnológicos”, concluiu Eduardo Conejo.