Os equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos vão responder por mais da metade das vendas durante a Black Friday 2021, que ocorre nesta sexta-feira (26). Uma nova pesquisa realizada pela MindMiners e encomendada pela Samsung, revela que o foco do público para a data de compras será nas categorias de eletrônicos (34%), eletrodomésticos (22%), roupas e acessórios (17%), livros (10%), artigos de decoração (8%) e cosméticos/perfumaria (6%).

 

Dentro do universo dos eletrônicos, os produtos mais desejados são os smartphones (37%), seguido pelas TVs (19%) e notebooks (15%). Outro destaque no segmento vai para os wearables, como smartwatches e fones de ouvido, que aparecerão com 11% das menções.

 

Já em eletrodomésticos, os consumidores devem buscar pelos aparelhos de ar-condicionado (30%), seguido pelas geladeiras (21%) e máquinas lava e seca (14%).

 

Intenção de compra ultrapassa os 50% 

 

O levantamento ajuda a entender melhor o comportamento do consumidor brasileiro durante a Black Friday: mais de 54% pretendem comprar na data este ano e os fatores mais relevantes para essa decisão são preço do produto (40%) e descontos (21%). Os dados também demonstram que os consumidores já planejam as compras com pelo menos uma semana de antecedência (60%) e, em relação ao canal, um número expressivo prefere o e-commerce (69%).

 

Imagem meramente ilustrativa

 

Decisão de compra na Black Friday 

 

Outro dado importante da pesquisa encomendada pela Samsung, indica que 8 em cada 10 entrevistados farão pesquisas antes de tomar uma decisão de compra. Para isso, devem utilizar plataformas de comparação de preços (46%), visitando lojas online (35%) ou mesmo conferindo análises e reviews de produtos na imprensa e/ou com influenciadores (16%).

 

Entre os fatores que influenciam a compra dos produtos, entre os smartphones, a característica mais buscada é a inovação (53%), seguida pelo tamanho da tela (17%). Com relação aos notebooks, os processadores são os principais fatores de compra (57%).  Quanto às TVs, mais de um quarto dos entrevistados (28%) consideram a conectividade como principal atributo, seguido pelo tamanho da tela (16%) e a qualidade da imagem (14%).

 

Para a maioria dos entrevistados, a conectividade dos equipamentos tecnológicos se tornou um fator importante (69%) em meio à pandemia, levando uma parte deles (59%) a buscar por produtos que possam ser integrados a diferentes dispositivos e que sejam capazes de realizar mais de uma tarefa.

 

Formas de pagamento na Black Friday 

 

Mais de um terço dos entrevistados também afirmou estar disposto a gastar mais nesta Black Friday, se comparado a 2020. O valor médio que pretendem desembolsar durante a data é de R$ 1,6 mil. Aproximadamente 15%, porém, pretende gastar mais de R$ 2,5 mil. Especificamente no segmento de smartphones, mais da metade dos entrevistados (55%) afirmaram que estão dispostos a gastar até R$ 2 mil, enquanto que 10% pretende gastar R$ 4 mil ou mais.

 

Quanto à forma de pagamento, em geral, o consumidor continua mostrando preferência pelo parcelamento no cartão de crédito (48%), e a maioria não está contando com o 13º salário (57%) para realizar compras. Ao todo, mais de 300 pessoas foram entrevistadas em todas as regiões do Brasil, entre as datas de 5/11 e 8/11.

 

Para mais informações sobre a Black Friday da Samsung, acesse a Loja Virtual, e não perca as principais novidades da marca em Samsung Newsroom Brasil.