Tenoblog – Havia uma época em que os smartphones premium custavam entre US$ 600 e 800 no exterior. Então, a Apple e a Samsung decidiram inaugurar um segmento ainda mais caro, com valores na casa dos US$ 1.000. Mas parece que isso não é suficiente: o Galaxy Note 9 deve ganhar uma versão com 512 GB de armazenamento, e ela não será nada barata.

Um cartaz da Indonésia mostra duas versões do novo smartphone topo de linha da Samsung em pré-venda. O Galaxy Note 9 de 128 GB tem preço sugerido de 13.500.000 rúpias indonésias, o equivalente a US$ 937 (R$ 3.495 em conversão direta). Já o de 512 GB é listado por 17.500.000 rúpias indonésias, o que se traduz em US$ 1.215 ou R$ 4.530 (!).

Ambas as versões são mais caras que o Galaxy Note 8, que chegou à Indonésia por 13.000.000 rúpias. O mesmo deve se repetir na Europa, onde o topo de linha anterior foi lançado por 999 euros (R$ 4.361), enquanto o Galaxy Note 9 deve ser comercializado por valores entre 1.029 euros (R$ 4.492) e 1.279 euros (R$ 5.583), dependendo da capacidade de armazenamento.

Claro que cada divisão da Samsung decide os preços dos produtos em seus respectivos países — mas não espere nenhuma pechincha para o Galaxy Note 9, ainda mais no mercado brasileiro, onde até os preços de aparelhos intermediários estão ficando bem salgados.

Com informações: PhoneArena.